Saúde
/
Todo o País

QUER SER FELIZ? PRATIQUE A GRATIDÃO!

Como começou hoje o dia? De sorriso no rosto ou nem por isso? Pensou nos problemas que tem para resolver ou nas coisas aborrecidas que vai ter de fazer? Ou simplesmente respirou fundo e agradeceu por estar vivo(a)?

Pois é, nem sempre pensamos nisso, mas simplesmente acordar, é uma bênção que nem valorizamos, mas é a que nos permite ter acesso a tudo o resto. Porque vos falo hoje disso? Porque a GRATIDÃO é uma virtude humana fundamental que nos permite, não só aprender a valorizar o que efetivamente é importante e sermos gratos por isso, mas que nos ajuda também a ganhar energia e ânimo para transformar e mudar o que achamos que ainda não está bem e que precisa ser mudado.

Segundo vários estudos, a gratidão está associada a maiores índices de felicidade. Desenvolver uma atitude de gratidão em relação às pessoas, coisas e acontecimentos de vida, vai permitir fortalecer a resiliência e valorizarmos o que temos, mesmo que seja pouco, em detrimento de nos entristecermos com o que não podemos ter ou já não conseguimos fazer. Leva-nos também a dar importância a valores, por vezes já esquecidos, a pequenos gestos, à amizade, à solidariedade e ao espírito de interajuda, em detrimento de outros valores materiais. A gratidão é um sentimento que permite extrair a máxima satisfação das atuais circunstâncias de vida, sejam elas quais forem, e acima de tudo, admirar os acontecimentos quotidianos. As pessoas nas quais predominam estes sentimentos são mais felizes, têm mais esperança no futuro, compreendem e ajudam mais os outros, perdoam com mais facilidade, têm mais amigos e experimentam mais emoções positivas, como o interesse e a alegria. Têm uma melhor autoestima, queixam-se menos de dores e têm um sono de melhor qualidade.

Mas como podemos criar uma rotina de gratidão? Deixo algumas dicas:
– Elabore uma lista das coisas boas que conquistou ao longo da vida e agradeça por isso. Até já existem apps de telemóvel para o fazer (ex.: gratitude)
– Reserve um tempo, antes de dormir, para agradecer pelas suas conquistas diárias.
– Agradeça pela superação de obstáculos e pela proteção das pessoas que ama.
– Demonstre, diariamente, gratidão a todas as pessoas que de alguma forma o(a) ajudam. Escreva mensagens de gratidão. E pode fazê-lo até a si mesmo, sabia? Experimente!
– Cultive o ato de agradecer também por aquilo que não lhe aconteceu (doenças, acidentes, perdas, dores).
– Treine a atenção plena: diariamente reserve uns minutos para uma caminhada e contemple as coisas à sua volta, mesmo aquelas a que habitualmente não presta atenção. O objetivo é conseguir centrar-se no presente e apreciar as pequenas coisas prazerosas que costuma negligenciar.

A riqueza da vida está em aproveitar o que nos é dado e abrir o coração para novas oportunidades, por isso, não perca as suas e seja FELIZ!

Sónia Gaudêncio
Psicóloga Clínica, Especialista em Psicogerontologia e Directora da ESTIMA +

Ver Mais
Amenities not found.