Dentro de Portas
/
Todo o País

ENTRUDO À PORTUGUESA

O ditado “A vida são 2 dias e o Carnaval são 3” continua a ser levado à letra em muitos cantos do nosso país. O Carnaval continua a ser a grande festa popular que antecede o início da quaresma, acarinhada por muitos e onde (quase) tudo, a todos, é permitido.

E se hoje encontramos muitos carnavais “à brasileira”, em muitos cantos do nosso país a tradição ainda é o que era. Fomos à procura de locais onde o Entrudo se comemora, ano após ano, mantendo vivas tradições antigas.

O Entrudo Chocalheiro
Os Caretos de Podence são os grandes protagonistas do momento quando se fala no Entrudo português. Estas figuras representam a cultura do Nordeste Transmontano e foram, em Dezembro de 2019, declaradas pela UNESCO Património Imaterial da Humanidade.

Os Caretos representam imagens diabólicas e misteriosas que todos os anos saem à rua nas festividades carnavalescas de Podence, em Macedo de Cavaleiros, ecoando os seus chocalhos barulhentos e exibindo os seus fatos feitos de colchas com franjas de lã vermelha, verde e amarela. A figura complementa-se com máscaras construídas com couro, madeira ou latão vermelho, e com um pau que serve de apoio aos muitos saltos e tropelias.

Por alturas do Entrudo, ano após ano e como manda a tradição, as ruas de Macedo de Cavaleiros são invadidas pelos Caretos na tentativa de “achocalhar” as raparigas, criando um ambiente de alvoroço e de boa disposição.

Em Podence, a Casa do Coreto guarda todas as histórias e segredos destas importantes figuras da cultura portuguesa. Se passar por lá, o espaço é de visita obrigatória. Em exposição permanente pode encontrar fotografias e telas de vários artistas da região e ver de perto todos os pormenores das vestimentas dos Caretos de Podence.

Este ano o Entrudo Chocalheiro tem data marcada de 2 a 5 de Março e a animação não vai faltar: Há Caretos à Solta, desfile de Marafonas, queimada, pregão casamenteiro, ronda das tabernas, queima do entrudo, concertos tradicionais, passeios pedestres, exposições e o festival do grelo.

A Corrida do Entrudo
O Carnaval nas Aldeias de Xisto de Góis está, também ele, carregado de tradições. É de manhã que aparecem as primeiras personagens na aldeia, prontas para brincar com tudo e com todos! Mas o ponto alto é a Corrida do Entrudo. Quem quer participar tem mesmo de ir vestido a preceito! Numa região marcada pela escassez, a necessidade faz o engenho e as máscaras são, e sempre foram, um ponto determinante nesta comemoração. Serapilheiras, fronhas velhas, trapos, um “peneiro das abelhas” e cortiça são alguns dos elementos que dão corpo às tradicionais vestimentas de Carnaval que quanto mais bizarras, melhor!

Este ano realiza-se mais uma edição desta grande festa, recuperada pela Lousitânea – Liga de Amigos da Serra da Lousã, que anima as ruas da Aldeia do Xisto de Aigra Nova e das aldeias vizinhas todos os anos no Carnaval.
A iniciativa acontece no dia 23 de fevereiro, e começa bem cedo, a partir das 08:30h. Aigra Nova é o ponto de partida para a Corrida do Entrudo, o momento alto do dia. Ao longo do percurso, tudo é permitido aos participantes: declamar quadras gozonas sobre os habitantes, atormentar as mais velhas e seduzir as mais novas. Segue-se um almoço com sabores tradicionais, um bailarico com concertinas a cargo da Tocata do Grupo Etnográfico da Região da Lousã, um ateliê de Construção de Máscaras em Cortiça, com José Cerdeira, artesão local e o divertido Desfile do Entrudo.

A participação nesta actividade é gratuita mas o almoço tem o custo de 5€. Há ainda um autocarro para quem quiser acompanhar a corrida, com um custo de 2,50€ por pessoa.
Inscrições: lousitanea@lousitanea.org

A Dança dos Cus
É em Cabanas do Viriato, no Carregal do Sal (Viseu) que todos os anos se cumpre esta animada tradição secular. Algo desorganizada e espontânea, é ao som da valsa da Filarmónica, com cabeçudos à mistura, que a tradicional Dança Grande mais conhecida como a Dança dos Cus, vai ganhando vida.

Toda a Vila se prepara para receber e participar neste evento! A população veste-se a rigor, há cabeçudos a deambular pelas ruas, as casas locais enfeitam-se a condizer com a época e a Valsa dá o tom para que comece a dança!

Cabanas está em festa durante algumas semanas, este ano de 2 a 25 de Fevereiro, mas é nos 3 dias de Carnaval que a valsa estará em destaque para fazer mexer tudo e todos!

Nesta dança, duas filas de foliões posicionam-se lado a lado à espera que a música comece a tocar. Ao seu ritmo, cada elemento de cada fila dá meia volta encontrando-se no centro e embatendo, nádega com nádega! E assim vão desfilando pela aldeia, contagiando o ambiente de boa disposição!

Ver Mais
Amenities not found.